terça-feira, fevereiro 27, 2007

O administrador do condomínio

O senhor Domingos é tal e qual como imaginado, de raça pequenina, miudinha.
Sabe-se lá porquê, nasce-se com este dom de adivinhar a principal característica fisionómica de um interlocutor, através de um timbre de voz transmitido via GSM.
É uma coisa que corre na família; a Magui, por exemplo, nunca falha – ouve um gato recém-nascido a soltar os primeiros miados e, prontamente, por artes mágicas, sentencia se é um menino ou uma menina. Em 99 por cento dos casos acerta.
Não nos serve de nada, não é um talento suficientemente inebriante para fazer cabeça de cartaz de uma feira de aberrações, ou seja, não dá para ganhar a vida com isto, e depois também não é coisa que convença nenhum empregador numa entrevista para um cargo que pague mais do que o valor hora de uma empregada doméstica.
O senhor Domingos foi um erro de “casting”. Administrador do condomínio durante sete anos fugiu à obrigação de convocar reuniões, cobrar mensalidades, elaborar planos de actividades e adjudicar reparações em dois prédios anteriores a 1850 que suplicam por ajuda para não caírem aos pés da esquadra de Santa Marta.
O senhor Domingos deixou a casa toda desarrumada e agora a sindicalista deslumbrante é, também, administradora do condomínio. Onze mil euros de receitas não cobradas. Seis anos de contas por fazer. Adjudicações de suspeitas empreitadas a trolhas seus amigos.
O senhor Domingos sorriu com a sua boca pequenina, quando escapou ileso a uma moção de censura dos condóminos pela sua fraca performance à frente dos desígnios dos prédios número 84 e 86. Pensou com os botõezinhos pequeninos da sua também pequenina camisa de xadrez – desta já me safei. Não fiz a ponta de um corno, não apresentei contas, acumulei dívidas, e estes totós nem um raspanete à minha fraquinha gestão deixam na acta da reunião.
Saiu todo pimpão, o senhor Domingos. Nessa noite, ficou acordado até à uma da manhã; parecia uma criança em véspera do Carnaval.
O senhor Domingos, não quero ser má-língua, deve cheirar mal da boca. Mas o pior de tudo, é que infringiu todas as alíneas do código de conduta e de ética da Ordem dos Administradores de Condomínios. É uma vergonha para a classe. Terá que ser exterminado.
Ou então torturado com requintes de malvadez, qualquer coisa como passar à mão e com caligrafia exemplar todas as actas dos condomínios dos imóveis sitos na freguesia de Coração de Jesus. A administração de condomínios é como uma sociedade secreta, exige ainda mais fidelidade que a própria máfia. Já sei – o senhor Domingos devia ficar sentado à porta da Associação Lisbonense de Proprietários com um chapéu de burro na cabeça. Mau administrador de condomínios.
As crianças deviam escarrar à porta do senhor Domingos.

8 comentários:

Carrie disse...

Delicioso!

Stucky disse...

Fadinha, tens um texto maravilhoso... mas fiz uma pesquisa e tu utilizas muitas vezes a palavra a-z-x-r ... troca por pouca sorte ou similar... esta palavra e um mantra negativo... ehehe... Love... Espero que tenhas gostado e aprovado minha homenagem a ti na abertura do meu blog... hehe... Teu irmao e um chato... nao me responde nunca... deixei ele pra la... infelizmente, e em Serta nao fui mais nas ultimas semanas... LOVE

António de Cerveira disse...

continuo a gostra muito de te ouvir escrever

António de Cerveira disse...

continuo a gostar muito de te ouvir escrever!

JH disse...

Só quem escreve muito bem me faz ler um texto sobre condominios ...

MPR disse...

pena longe irem os tempos do 1,5 posts diários...

Jaime disse...

bela descrição, e melhor prescrição! Esse gajo tem um irmão gémeo, que administrou o meu prédio anos atrás...

Anónimo disse...

quando eu voltar a ter uma net normal e um computador normal e nao este do mano que nao faco a menor ideia onde tem a pontuacao prometo que escrevo. aqui. la. agora abria aqui um parentises para dizer mais umas coisas mas por deus nem consigo achar o parentise.
coisas da china! a serio! este pc so ha na china.
e entregar a declaracao de irs por aqui raio onde esta o sinal de interrogacao
bem... ao menos as reticencias sei

ignora ,melhor apaga

vou ficar anonima mesmo nem consigo descobrir os dois pontos para por a seguir ao http

parentises novamente para dizer que isto e tao ... que esta a provocar me um ataque de riso.

beijinho

mafalda