terça-feira, julho 05, 2005

Tu sempre que fazes uma manchete ficas assim?

Pergunta o coleguinha da frente.
Estou, de facto, insuportável. Quero acreditar que é dos muitos cafés que já bebi hoje (estou com uns tremeliques nas mãos, tipo béri-béri) e não da alteração legislativa que apressei.
Nada de extraordinário aconteceu, Kaos. Saturday night tive o encontro surreal com a senhora assessora na Bica (vou ter que tirar o post porque ela nem dormiu esta noite a pensar que alguém descobre o texto e denuncia os seus ensinamentos no 24 Horas) e, à parte isso, nada de muito palpitante (à excepção da manchete) a registar.
Ontem descobri que fui viver para um bairro simpático, onde os vizinhos me ajudam a levar 12 litros de leite até a um quarto andar a pique sem elevador e os polícias de trânsito, que "vivem" mais abaixo, se apresentam aos moradores, num gesto de boas vindas à rua de Santa Marta.
Continuo sem gás e sem candeeiros (o jovem que se propôs a acabar com o problema anda a apagar outros fogos), mas com a bela e perigosa Internet wireless.
Sou, basicamente, uma dona de casa desesperada. Acho que nunca vou conseguir desempacotar os caixotes que atravancam a cozinha e arrumar a estante da sala.
Quarta-feira quem quiser lá passar para um copo é benvindo. Diz-me a prudência que não é sensato divulgar a morada de minha casa num blog, por isso, se quiserem saber o número da porta mandem um mail para diaba.ralha@gmail.com (será sensato divulgar a conta do gmail, dona Prudência? Não? Já está, nada a fazer...)

3 comentários:

mikel disse...

n eh prudente.

Anónimo disse...

4ª feira? 4ª feira é hoje... a q horas? traje escuro ou casual? ;-)

Dia disse...

Sim, hoje é quarta-feira. Traje casual, claro, porque a Martinha ainda está bagunçada, em pantanas. Tadinha... Vai ficar assim por tempo indeterminado. E as horas, bem, depois do jantar, porque eu continuo sem gás, não vos posso cozinhar...